navegue
10.2.18

Gilda Não Morreu, Caroline Demantova


Dora é uma advogada, que mora em Curitiba e trabalha em um escritório de advocacia. Ao se dirigir a residência de um cliente, em uma região erma nos arredores de Campo Largo, o veículo de Dora fica sem gasolina e ao sair do carro para tentar chegar a audiência a tempo, se deparou com um homem baleado caído na rua, ele parecia estar morto, mas se mexeu e falou com Dora.


" - G-Gilda... Gilda não morreu... Gilda está viva e ainda pode estar correndo perigo..."


O homem lhe entregou um bilhete com o endereço da Fazenda Malvezzi, e ao buscar ajuda e retornar para o local onde o homem estava, Dora não encontrou o corpo.

Mas o livro não começa com Dona, e sim com Carina, viúva de Artur, filho de Geremias, milionário e dono da Fazenda Malvezzi. Carina, logo no começo do livro, mostra seu plano mirabolante para ficar com a herança de Geremias. Ela estava grávida de Artur, mas perdeu o bebê e omitiu este fato da família, conseguindo, com a ajuda de seu amigo José Mauro, fingir uma gravidez, e forjando um parto contratando Maristela, uma moça pobre que estava grávida também. Carina combinou com Maristela que fingiria que o bebê Gabriel fosse seu filho por um tempo e quando o bebê herdasse a fortuna de Geremias, simulariam a morte dele para que Carina ficasse com toda a bolada sozinha.

Geremias Malvezzi está internado em um hospital, em coma e com grandes chances de não sobreviver.

Ao chegar na fazenda, procurando esclarecer o ocorrido com o homem baleado, Dora se depara com José Mauro, que esteve envolvido com Dora em uma história nebulosa do passado, o qual não é esclarecido no começo do livro. Mas Dora usa José Mauro como desculpa para ficar hospedada ali na fazenda, combinando com ele que diria as pessoas que era sua namorada.

Dora percebe também, que Carina não é a única que estava morando ali na fazenda tentando tomar algum tipo de vantagem com o coma de Geremias.

Morava ali também, Esmeralda, uma suposta sobrinha do milionário, que chegou ali dizendo ser sobrinha dele quado ele ainda não estava internado, fato que ele aceitou sem questionar, o que gerou suspeitas em todos que moravam na casa.

Após conhecer os habitantes da fazenda, Dora começa a questionar cada um sobre quem seria Gilda, se alguém a conhecia, mentindo ser uma amiga dela, e aos poucos vai conseguindo informações sobre Elizabete, uma mulher que fora assassinada na lagoa da fazenda 30 anos atrás.

Mas Elizabete não era a unica a ser assassinada naquela fazenda, anos mais tarde Artur, marido de Carina, também fora atacado e morto nas ruínas onde Elizabete costumava morar, e como se não bastasse, uma mulher que se apresentou como Maria Giacomi havia aparecido na fazenda antes de Geremias entrar em coma, e simplesmente desaparecido, sem nenhuma explicação.

Muitos mistérios rondam a fazenda Malvezzi, bem como, aparições sobrenaturais de Elizabete na região, que acaba se comunicando algumas vezes com Dora, que ao que aparenta, já possuía outras experiências com contatos com fantasmas.

Ao desenrolar da história, muitos outros mistérios começam a aparecer, e coisas estranhas acontecem o tempo todo, e assim como Dora, outros moradores da fazenda começam a se preocupar com tudo, e todos os personagens acabam se envolvendo, de alguma forma, nas investigações dos fatos ocorridos no local.

MINHA OPINIÃO

Gostei bastante do livro, achei muito bem desenvolvido, a escrita da autora é sensacional, muito bem feita e muito bem elaborada.

O livro é todo narrado em terceira pessoa e podemos saber o que cada personagem está pensando por cauda disso, o tempo todo temos o ponto de vista de um personagem diferente.

Apesar de grande, o livro não é difícil de ler, eu acabei demorado um pouco para ler ele, mas quando pegava para ler, sempre lia várias páginas, pois há muitos diálogos, e as páginas são amarelas (graças a Deus), facilitando a leitura. Eu particularmente amo livros com páginas amarelas, pois não forçam minha vista.

A única coisa que achei estranho foi Dora ver fantasmas, eu não esperava que isso acontecesse, mesmo com a capa do livro demonstrando algo meio cabuloso, eu não imaginei isso, talvez eu que tenha sido desatenta. Mas a autora soube dosar muito bem essa parte, e não exagerou em nada.

O desenrolar da história ficou muito bom, com vários personagens fica difícil saber quem seria o culpado por vários acontecimentos na fazenda e gostei muito quando chegou o momento das revelações. 

Na verdade existem acontecimentos e pequenas revelações e desconfianças durante todo o livro, o que torna muito gostoso de ler, não encontrei nenhum momento parado, aqueles que quase todo o livro tem, antes de finalmente começar a aventura.

Assim como Conto dos Dragões, que já resenhei aqui, este livro se passa no Brasil e na verdade bem aqui no Paraná, perto da cidade que eu moro, achei isso bem legal!

Eu indico esse livro para todos os amantes de crimes e mistério, ele tem uma dosagem perfeita dos dois gêneros.

DADOS DO LIVRO:


Título: Gilda Não Morreu
Autor(a): Caroline Demantova
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Adicione à sua estante: Skoob 
Compre: Amazon
Classificação: 



7 comentários:

  1. Meu deussss, estou conhecendo muitos livros incríveis da literatura este ano <3 AMEEEEEIII

    ResponderExcluir
  2. Menina, que top. Eu fiquei muito presa a parte da história que você contou aqui! Já quero ler o livro todo, sem dúvidas!
    Vai pra minha wishlist.

    Devo dizer que seu post está muito bem feito, adorei a resenha!

    Eu sou igual você, não posso ver umas páginas amarelas que já agradeço a Deus kkkkkk
    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
  3. Nossa quantos acontecimentos em uma só história e muitas reviravoltas você começa uma linha de pensamento depois outra...não parece ser o tipo de história que me agrada mas que bom que você se identificou e veio nos trazer sua resenha...obrigada pela indicação talvez lendo o livro inteiro me identifique mais bjs

    ResponderExcluir
  4. Gosto de livros narrados em terceira pessoa, fiquei bastante curiosa pra ler ele. Acho que nunca li nenhum livro de autor nacional, quero muito ler algum e acho que esse seria ótimo pra iniciar.
    Agenda Aleatória

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro mas já quero ler ele agora mesmo! Eu adoro histórias que tenham mistério e sendo um livro nacional melhor ainda!
    Gostei disso que parece que a história também tem uma pegada meio sobrenatural. Parece ser o tipo de livro que eu gosto *-*

    ResponderExcluir
  6. Gostei da indicação e de sua resenha! Eu gosto de literaturas assim, com mistérios, investigações. Parece ser bem boa essa leitura!

    ResponderExcluir
  7. Não é muito meu perfil de leitura mais achei muito boa sua resenha, o fato de estar em terceira pessoa te deixa como expectador da estoria de maneira ocular e mais fácil de ver os arredores. Beijos

    ResponderExcluir

Postagem mais antiga Página inicial