menu
27 de dez de 2017

O fim dos anos.


resolvi aparecer aqui com mais um texto bem existencial, como sempre. eu sou bem assim, sempre estou pensando em mudar, melhorar, evoluir. pra mim, isso é um problema dos grandes, porque eu nunca tô satisfeita e eu nunca paro de pensar, nunca paro e descanso. talvez não aconteça tão intensamente com outras pessoas, mas comigo é desse jeito. 

já falei aqui sobre o meu interesse em transformar o livros que li em uma coisa mais pessoal, menos resenha e mais eu*. afinal, eu criei o blog pra ser um lugar onde eu possa desabafar e descansar, poder ficar orgulhosa um pouquinho do que eu faço e da ajuda que eu recebo dos colaboradores e leitores.

daí eu percebi que, mesmo com essa ideia de mudança em mente, eu não consegui me desvincular totalmente do habitual. e eu sei, esse tipo de conversa já deve estar sendo repetida várias e várias vezes, podem me perguntar "então, por que não muda logo?". como se fosse uma coisa muito fácil de fazer... eu não faço tudo aqui sozinha, sabe? eu tenho que pensar nos meus leitores, nas pessoas que têm em mente a ideia de que este aqui é um blog literário, porque eu descobri agora que ele não é. este é um post final, de transição, de recomeço. 

em 2018, um dos meus maiores desejos é permanecer e isso eu não conseguirei enquanto não fizer o que tenho em mente, porque não é bom ficar com aquelas perguntas "e se...?" e com a constante sensação de estar fazendo algo que eu não quero na cabeça. 

enfim, estou planejando mudar tudo por aqui, o layout, o título do blog, o modo como organizo as resenhas... e isso acontecerá talvez lá pela metade de janeiro, porque mudanças acontecem devagar, calminhas e ao mesmo tempo avassaladoras. 

em 2017, eu consegui ótimos leitores, parceiros de verdade e conheci pessoas maravilhosas por trás desses blogs que acompanho. algumas eu nem conheço pessoalmente e muito menos a fundo (a ponto de chamar de amizade, algumas nunca saberão que estão sendo citadas aqui), mas são pessoas que ganharam um lugarzinho no meu coração, me inspiraram e prometem nunca serem esquecidas por mim. algumas delas: lídia, , lissa, lariz, nat, shana, ana. meus sinceros agradecimentos, vocês me inspiraram de formas diferentes desde o dia que conheci seus cantinhos bloguísticos. 

*isso não quer dizer que os livros não estarão mais por aqui, talvez eles continuem aparecendo na mesma frequência, apenas quero incluir mais postagens pessoais, playlists, textos, etc. 

lembrem: essa não é uma despedida, apesar de parecer (hahah) e eu continuarei aqui por muitos anos, eu acredito. vou fazer o meu melhor. final de ano sempre tem esses momentos mais reflexivos, né? e parece que esses momentos se acumularam nos anos passados pra colidirem no final de 2017. enfim, au revoir!

Ilustração desse post: Tom Haugomat.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial