menu
29 de dez de 2017

O ar que ele respira, Brittainy C. Cherry

O AR QUE ELE RESPIRA | 308 PÁGINAS | EDITORA RECORD | CLASSIFICAÇÃO: 

'O ar que ele respira' é um livro narrado por dois personagens, Elizabeth e Tristan, duas pessoas que sofreram uma perda enorme, suas famílias.

Começamos a leitura com o ponto de vista de Tristan sendo narrado a alguns dias antes do acidente que matou sua mulher e seu único e pequeno filho.

Logo no próximo capítulo, temos a visão de Elizabeth, que perdeu seu marido também em um acidente, entretanto sua narrativa ocorre atualmente, e não antes do acidente de seu marido. Apesar de estar machucada com o ocorrido, Elizabeth ainda tem sua filha, diferente de Tristan, que perdeu seu filho.

A vida dos dois se cruza quando Elizabeth decide finalmente voltar para sua casa, local que havia deixado abandonado desde a morte de seu marido, indo morar com sua mãe.

No caminho de volta, Elizabeth acaba atropelando um cachorro que passou na frente de seu carro, Zeus, que era o cãozinho do filho de Tristan, uma lembrança do amor de sua família.

Tristan trata Elizabeth com muita grosseria, e ela leva o cão as pressas a um veterinário, felizmente o pequeno sobrevive.

Após o ocorrido, acabamos descobrindo que Tristan é vizinho de Elizabeth, mas isso não faz com que eles sejam vizinhos amáveis. Apesar de Elizabeth tratar Tristan com educação, ele a trata com bastante estupidez.

" - Acordando todo mundo porra!
- Tenho certeza que as pessoas da Inglaterra já estão acordadas.
 - Cala a boca."

Apesar da ignorância de Tristan, Elizabeth insiste em manter contato com ele, e talvez uma amizade, pois via algo nele que não sabia identificar, e por fim descobre que era a dor, ela via nos olhos dele a dor que ela mesma via no espelho, em seus olhos.

"Eu não conseguia parar de pensar naqueles olhos tristes. Não conseguia parar de pensar na esposa e no filho dele. Quando eles morreram? Como? Há quanto tempo Tristan vivia esse pesadelo? Eu queria saber mais "

Aos poucos Tristan deixa Elizabeth entrar em sua vida, mas não de uma maneira normal. Os dois começam a se usar para esquecer suas lembranças do passado, ou para lembrar do passado e a partir daí, temos alguns momentos com a narrativa sexual, mas não vulgar.

O amor de Tristan e Elizabeth por seus parceiros falecidos mistura-se pelos momentos vividos um pelo outro, e temos uma grande confusão, que na verdade pode se tornar um grande sentimento. Será que os corações partidos conseguem amar novamente?

MINHA OPINIÃO

Confesso que possuo um preconceito literário chamado "eu julgo o livro pela capa", não sou chegada a livros com pessoas reais estampadas nas capas, existe uma pequena parte do meu cérebro que fica imaginando a pessoa da capa quando estou lendo, e não um personagem imaginado pela minha mente, e eu prefiro a segunda opção.

Mas decidi ler o livro quando vi no stories de um instagram literário, um comentário dizendo "a capa é estranha, mas o livro é bom", então fui na fé.

Nunca li uma resenha sobre este livro, então iniciei a leitura as cegas mesmo, e amei logo nos primeiros capítulos, pois sou apaixonada por livros em que os personagens principais são pessoas "quebradas", que falta um pedacinho do coração delas por alguma razão.

Achei muito chato o Tristan tratar a Elizabeth com a falta de educação que tratou, acho que eu manteria distância de um cara desses, mas depois de um tempo de leitura consegui entender o motivo de tanto stress. Tristan e Elizabeth reagiram de formas diferentes após a grande perda deles.

Também não gosto de livros com narrativa erótica, mas este livro não trás nada vulgar por trás dos momentos sexuais, e sim, sentimentos, o que chama bastante a atenção.

Existem dois momentos considerados pontos altos do livro, onde a narrativa deixa de ser linear, o primeiro ponto, acredito que acontece de forma um tanto exagerada, entretanto, quando cheguei ao segundo ponto, compreendi o motivo de o primeiro acontecimento ter sido daquela maneira.

O final do livro é muito interessante, pois não temos o foco apenas no possível romance entre Elizabeth e Tristan, mas existe outro fato muito importante que ganha mais atenção no desfecho.

'O ar que ele respira' é o tipo de livro que nos surpreende quando encaminha-se à conclusão, mostrando diversos fatos esclarecedores e impressionantes.

Indico este livro para todo o tipo de leitor, pois traz romance, surpresas, revelações e bastante amor. Eu me emocionei em certos momentos!

DADOS

  Título: O ar que ele respira
  Autor: Brittainy C. Cherry
  Editora: Record
  Número de páginas: 308
  Ano de publicação: 2016
  Para Comprar: (R$ 18,81 + Saraiva)
  CLASSIFICAÇÃO:  

SINOPSE: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.

22 comentários:

  1. Oi Haise!
    Eu já li esse livro e posso te dizer que ele foi um dos meus favoritos do ano. Recentemente eu li o segundo livro da série, e na minha opinião foi o mais pesado no sentido de drama. Ele tem uma carga emocional muito grande, e sinceramente... eu também gostei dele.

    P.s amei a resenha e os quotes.

    Beijoss e Boas Festas, Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice! Fico feliz que tenha gostado da resenha e dos quotes! Também li o segundo livro e achei bem pesado também, não gostei muito dele :(
      bjos

      Excluir
  2. Eu também sou assim, muitas vezes nem gosto da cara dos atores na capa e fico tentando mudar mas não consigo kkk Mas não acho que esse seja uma coisa que me impessa de ler o livro afinal. Gostei bastante da resenha, otimo post. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha!! Este primeiro livro eu imaginei meio parecido por causa da capa rsrs mas os outros eu ignorei os caras da capa e foi mais gostoso imaginar

      Excluir
  3. Olá
    Gosto muito dos livros dessa autora e tenho certeza que vc irá gostar dos outros pois os personagens são quebrados. Adorei a sua resenha e o fato de vc sair da sua zona de conforto por ignorar a capa e dr uma chance a história. Quando ler o outros venha nos contar como foi leitura.
    Boas Festas
    Jis Rocha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jis! Já estou lendo o quarto! rsrs eu gostei muito do estilo da escrita dessa autora e agora quero terminar a série Elementos! (questão de honra) em breve vai ter as resenhas!
      Bjoos

      Excluir
  4. hi,
    happy new year!
    I'm a new follower of your blog, can you follow mine on my blog?
    https://amoriemeraviglie.blogspot.it/
    :) <3

    ResponderExcluir
  5. Me parece ser um ótimo livro. Trás uma história de duas pessoas com traumas, dificuldades e perspectivas diferentes. Adorei a resenha, valeu pela indicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andre! Que bom que gostou! Leia sim, é ótimo

      Excluir
  6. Não me atraiu muito pois não gosto desse gênero literário, mas deve ser uma leitura interessante para quem gosta da temática. Gostei do post! Boa sorte com o blog :)

    Portal GATILHO
    https://portalgatilho.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Também li o livro e gostei muitooooo. Foi um livro que devorei. Menina, somos iguais, também não curto muito esse tipo de capa, mas essa me atraiu um pouco, mesmo não imaginando Tristan dessa forma. Descarto a parte sexual mostrada no livro, mas gostei da história apesar de partes no final terem sido bastante previsíveis. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu estou com esse livro para ler já tem um tempo, já li várias resenhas positivas não somente dele, mas da série, só me resta separar algum tempo para ele. Gostei bastante da sua resenha, foi sincera em todos os pontos e fiquei contente por você ter saído da zona de conforto em ler um livro com uma capa que não lhe agrada.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  9. Olá, que bom saber que curtiu a leitura. Eu quero ler esse livro e quem sabe eu possa entender o jeito meio grosso do protagonista, ou talvez não, só lendo para saber. Ótima sua resenha.

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Gente, que livro mais lindo! Não sabia do que se tratava a história, sabia apenas que era um romance com duas pessoas que já sofreram bastante. Espero poder ler em breve, pois adorei sua resenha, e a foto dá até vontade de ficar olhando, de tão bonita que ficou!

    ResponderExcluir
  11. 'Confesso que possuo um preconceito literário chamado "eu julgo o livro pela capa", não sou chegada a livros com pessoas reais estampadas nas capas' não acho que você esteja por toda errada, a capa, as cores, os contornos dizem muito do que se pode encontrar num texto, porém, não significa que às vezes a gente não possa se surpreender de maneira positiva. 'Também não gosto de livros com narrativa erótica, mas este livro não trás nada vulgar por trás dos momentos sexuais, e sim, sentimentos, o que chama bastante a atenção.' já eu adoro a narrativa erótica e não me importo com aquele erótico sujo, mas não curto o estilo erótico de livro de banaca, não mais, no passado, gostava. Espero gostar tanto de O ar que ele respira como você. gostei de sua resenha a maneira direta e humilde com que se expressou.

    ResponderExcluir
  12. Na verdade vc disse tudo! Eu também não gosto de livros eróticos e embora vc achou que o desfecho surpreendeu ainda assim não me atraiu! Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Acredita que eu também torcia o nariz para esse livro por causa da capa? Eu não gosto muito de livros com pessoas reais na capa (apesar desse homem ser lindo) e achei que esse não era o tipo de leitura que me agrada. Porém, fui totalmente conquista por esses personagens e pelos dramas pessoais dele.
    Amei sua resenha e fico feliz que você também tenha superado sua resistência inicial com a capa e gostado da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Eu amo demais esse livro e estou louca para os os demais volumes da série. Achei a sua resenha bem sincera e goste de poder conferir a sua opinião sobre a obra.

    ResponderExcluir
  15. Olá, essa é a primeira resenha que leio desse livro e pelos seus comentários ele parece ser bem emocionante e com um bom suspense no passado dos protagonistas *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu sou apaixonada nessa história. O casal apesar de ter tanta tristeza consegue enfim de forma emocionante encontrar uma forma de viverem dias mais felizes.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? Ah O Ar Que Ele Respira é um dos meus livros favoritos <3 Brittainy fez algo brilhante nele, que ainda perpetua no resto da série <3 Um romance que tem tudo de bom. Adorei a resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial