Por Lugares Incríveis, Jennifer Niven

escrito por ♡ novembro 16, 2017


Título: Por Lugares Incríveis
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Número de páginas: 336
Ano de publicação: 2015
Para Comprar: (R$ 18,89 + Submarino)
CLASSIFICAÇÃO:  

SINOPSE: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família. (+SKOOB)

Theodore Finch estava a beira de uma torre do sino da escola, imerso em pensamentos sobre como seria pular dali, quando avista Violet Markey, também a beira da torre, assustada e tremendo. Theodore decide ajudar a garota assustada a sair dali, jogando conversa fora e aos poucos ganhando a sua confiança para que ela saia.

Finch não é um garoto com pensamentos normais, na verdade, ninguém tem pensamentos muito normais, mas Finch possui uma mente muito bagunçada, com milhões de pensamentos interligados, existe um motivo por trás disso. Não quero dar spoiler, então vou parar por aqui, mas apesar de ter uma mentalidade diferente, Finch chama a atenção com seu jeito de ser.
“O que segue são risadas, porque estamos no ensino médio, o que significa que somos previsíveis e quase qualquer coisa é engraçada, principalmente se causar a humilhação pública de alguém.”
“Sem querer, bato o cotovelo na porta e, para dar sorte, bato o outro”
Após o episódio com a torre, Finch se oferece (grita para a sala toda ouvir) para fazer um trabalho da escola com Violet, que consiste em conhecer lugares considerados incríveis pela dupla, usando apenas um mapa, poderiam tirar fotos, fazer anotações etc.

Entretanto essa tarefa se torna difícil para Violet, que havia acabado de sofrer um acidente de carro com sua irmã, Eleanor, que vem a falecer. Este fato deixa Violet com diversos traumas, se sentindo culpada e sentindo muito a falta da irmã, ela não consegue sequer andar de carro após o acidente, e como possuía um site com sua irmã, onde escreviam uma revista, mal consegue escrever algo sem pensar em Eleanor e em como estaria traindo sua irmã se escrevesse novamente.

Finch e Violet acabam se conhecendo melhor nos passeios e aos poucos vemos Finch se apaixonar por Violet, e mesmo com seu jeito diferente, consegue fazer com que Violet perca aos poucos os seus traumas.

Com o ocorrer dos fatos, vemos não somente os personagens juntos, mas há vários momentos em que eles estão sozinhos, lidando com seus próprios problemas. Vemos, principalmente, Finch, que, além de estar sempre pensando em uma maneira de se suicidar, faz coisas bem diferentes, como pintar o quarto de outra cor porque quer, ou sair para correr por ai.

“Minha mãe dá um sorrisinho nervoso e segura o copo e o prato, como se eu fosse levantar e começar a jogar as coisas”.

É importante informar que o livro trás uma história cheia de enigmas mentais, são duas pessoas “quebradas” por razões diferentes, mas a história traz muitas lições de vida e momentos emocionantes.

Banner: Livros Que Li.

MINHA OPINIÃO

Eu lembro que li uma resenha deste livro em um blog já faz um bom tempo, mas não tinha ido atrás para ler ele, acabei até esquecendo do que se tratava a história, mas um dia, estava atrás de um livro diferente para ler, não um livro de magia, de romance, ou algo normal, queria algo no estilo de Claros Sinais de Loucura, que li a umas semanas atrás, então me lembrei deste livro e resolvi começar a ler.

Posso dizer que me apaixonei logo no começo. Primeiro que a narrativa é em primeira pessoa, e segundo que amei o Finch! Terceiro que o livro é narrado tanto pelo Finch quanto pela Violet, eu gosto de livros assim, pois podemos saber o pensamento dos dois personagens principais.

Como disse anteriormente, eu demorei para entender qual era o problema do Finch, por que ele é um garoto tão impulsivo, que faz o que quer e quando quer. A princípio, pensei que fosse um trauma por ele apanhar de seu pai quando era mais novo, mas a revelação acontece mais ou menos na metade do livro.

Como eu li o livro em e-book, não sei se a sinopse que tem na capa ou nas abas do livro já fala qual é o problema dele, mas espero que não, pois apesar da duvida, eu gostei de ir lendo e tentando saber o que estava acontecendo com ele.

Também gostei da Violet, pois ambos casaram muito bem seus pensamentos, e seus abalos psicológicos.

Queria dizer para que não fique com medo de ler Por Lugares Incríveis, só porque Finch tem pensamentos suicidas,  uma doença e ambos, Violet e ele, possuem perturbações.

Não é aquele estilo de livro deprimente, tipo os 13 porquês (eu me senti muito mal lendo este livro). É um tipo de livro que leva você a outra dimensão! Se você está com duvidas de qual livro ler, ou qual livro colocar na lista de leitura, coloque Para Lugares Incríveis!

Você também pode gostar de:

21 comentário(s)

  1. Oi tudo bem? tenho esse livro no meu kindle e será uma das minhas próximas leituras. Gostei muito de ver sua opinião sobre o livro. Parabéns pois gostei muito da sua resenha.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Também já vi a resenha desse livro diversas vezes e sempre tive vontade de ler, mas nunca encaixava-o na minha lista. Acontece a mesma coisa com Os 13 porquês, desde o ensino médio que tenho vontade, mesmo já sabendo um pouco da história por causa da série.
    Enfim, gostei muito da sua resenha!

    Beijão
    Cantinho da Escrita

    ResponderExcluir
  3. Oi Haise! Obrigada pelo comment lá no Hishoku <3

    Adorei a premissa desse livro, e nunca tinha ouvido falar! Já vou anotar pra tentar ler quando puder. Ando lendo muita coisa nesse sentido de ~problemas~ psicológicos, mas acho bacana porque a gente sempre aprende algo ou vai lidando com nossos próprios fantasmas no caminho da leitura ♥

    Respondendo seu comment, menine, eu gosto de morango. Mas eu sinto que as pessoas IDOLATRAM o morango e eu fico: gente, é só uma fruta. Daí acho que não gosto tanto como os outros, hahaha!
    Poxa, fico feliz que meu desabafo te serviu de algo? Eu tenho umas questões um pouco depressivas sim, e faço terapia pra ficar em ordem (até porque enquanto psicóloga não posso atender as pessoas sem estar bem né non?)
    Se você sentir que é muito difícil lidar com isso sozinha (não todo dia, mas se tem alguns dias MUITO difíceis), eu recomendo procurar um psicólogo. É muito bom ter alguém que te ajude a entender essa bagunça que é a nossa cabeça, sabe? Enfim!

    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Shana. Obrigada por vir aqui me responder, justamente quando eu tava precisando dessas palavras. Valeu mesmo! Se as coisas ficarem mais difíceis, vou levar em conta o teu conselho.

      Um dia você vai ser convertida para a associação anônima de morangueiros hahahah xD

      Xoxo <3

      Excluir
  4. Oi querida!
    Eu já li esse livro, e amei a trama criada pela autora. Achei esse livro um dos melhores do ano. Espero gostar do outro livro da autora, porque como esse o enredo e personagens são bem intensos e muito bem construídos.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  5. Que demais essa resenha e dica menina, com toda certeza é um dos livros que mais tenho vontade de ler, diante de toda a mensagem que passa e o enredo sertão cativante, morro de amores por essa capa.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Fiquei muito curiosa para saber o desfecho da história de Finch e Violet, então espero conferir por mim mesma estas lições e reflexões que a história pode trazer e quem sabe também me apaixonar.


    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Minha nossa que livro mais amorzinho!! Eu comprei ele já tem alguns meses mas não consegui ler ainda, não consigo espaço na minha tbr. Adorei saber que é um livro emocionante e pelo visto vou me apegar demais aos personagens.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Ei simplesmente AMO esse livro. Que bom que você deu uma chance a ele. Ele é maravilhoso. Tá no top 10 livros da VIDA!
    Estou louca pra lançarem o filme!

    Já tô seguindo o blog. Ele é muito lindo!
    Beijos

    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
  9. A capa é bem legal e a história parece ser bem interessante. Adorei a proposta! Vou colocar na minha lista de leitura :) Boa sorte com o blog!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu já tinha lido resenhas e recomendações sobre esse livro, a história parece ser bastante envolvente. Vou deixar na minha lista de desejados!
    Bjs!
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Sou simplesmente apaixonada nessa história. Emocionante e tão reflexiva.
    Sem dúvidas uma história que merece ser lida por todos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Faz um tempo já que esta obra está na minha estante, e eu sempre acabo deixando ela de lado... é uma pena, porque pelo o que tu disse, deve ser um livro maravilhoso. Adorei tua resenha e gostei muito de saber que não é uma leitura deprimente!

    Beijos,
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oieee
    AH, que resenha maravilhosa, arrasou! ❤ Eu ainda não li esse livro mas ele já tá na lista de desejados. Também me senti mal lendo "Os 13 porquês" mas no meu caso foi bem pior com a série sabe, porque ela se aprofundou mais nos temas.
    Bjos, Bia! ❤

    ResponderExcluir
  14. Oii! Eu ainda não li nada da Jennifer Niven, mas tenho bastante curiosidade. Essa história parece ter uma carga bem pesada de drama e ao mesmo tempo parece ser bem bonita. Adorei saber a sua opinião, obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  15. Oii Haise

    Já ouvi tantos elogios sobre essa autora e esse é um dos livros dela que mais quero ler, pois pelo que parece tem uma história envolvente e tocante. Apesar de ser bem dramático, daqueles que provavelmente arranca algumas lágrimas, tenho certeza de que valerá a pena.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Eu sempre tive vontade de ler esse livro pois eu sabia que era sobre um assunto importante mais eu não sabia que o livro tinha narração dupla. Agora depois dessa resenha vou.fazer um esfoço para ler esse livro

    ResponderExcluir
  17. Conheço o livro, mas acho que fiz como você, acabei deixando-o de lado. O livro aborda assuntos importantes e merece ser lido, vou tentar não esquecer dele novamente.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Só lendo sua resenha já me apaixonei por Finch. Gente que livro é esse?
    Faz tanto tempo que ele está na minha lista e ainda nem comprei, mas foi bom ler sua resenha, vou procurar ele para comprar.
    Adorei saber que é em primeira pessoa, amooo livro com essa narrativa, e sua resenha está perfeita.

    ResponderExcluir
  19. Tenho esse livro aqui e ainda não o li por esse motivo, tenho medo de me sentir mal, de chorar demais de cair numa depressão pós livro. Fico feliz em saber que o livro não causa essas emoções. Minha irmã já leu e também ficou apaixonada pelo Finch. Tenho certeza que logo vou incluir Por Lugares Incríveis em minhas leituras. Um beijo e muito sucesso com seu blog. Até a próxima!

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? Nossa você trouxe um ponto que adorei: sobre falar que por mais qu tenha um protagonista com pensamentos de suicida, o livro tem um tom diferente do que nos deixar mal. Já ouvi falar muito dele, porém nunca tinha me despertado vontade de lê-lo. Agora com sua resenha fiquei curiosa. Quem sabe futuramente?! Adorei!
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir