Ponciá Vicêncio, Conceição Evaristo

escrito por ♡ novembro 05, 2017

Título: Ponciá Vicêncio
Autora: Conceição Evaristo
Editora: Pallas
Número de páginas: 120
Ano de publicação: 2017
CLASSIFICAÇÃO: 

Para comprar: (R$ 24,75 + Submarino)
SINOPSE: A história de Ponciá Vicêncio descreve os caminhos, as andanças, as marcas, os sonhos e os desencantos da protagonista. A autora traça a trajetória da personagem da infância à idade adulta, analisando seus afetos e desafetos e seu envolvimento com a família e os amigos. Discute a questão da identidade de Ponciá, centrada na herança identitária do avô e estabelece um diálogo entre o passado e o presente, entre a lembrança e a vivência, entre o real e o imaginado.

O título do romance dá o nome à personagem principal dessa história. Ponciá Vicêncio é um romance escrito por Conceição Evaristo e contado de um ponto de vista feminino, muitas vezes digressivo. 

Ponciá é pobre e vai para a cidade com o objetivo de conseguir melhores condições de vida, deixa para trás a mãe e o irmão, mas promete voltar para buscá-los assim que melhorar financeiramente. Ponciá, desde sua infância, não se reconhece por seu nome, acha ele vazio. O que faz sentido, já que Vicêncio era o nome do dono de seu avô, que era escravo. Ela não quer possuir esse nome porque é, simplesmente, um nome de alguém que não faz parte dela, que não a conhece e não a representa. A personagem, assim que chega à cidade, procura emprego e acha. Ela se casa, logo depois, com um homem que faz a sua vida completamente infeliz. 

Por esse e outros motivos, seus dias são cheios de miséria e falta de amor, na verdade, durante a narrativa, os únicos sentimentos que dão a entender são o vazio, a saudade, a dor e perca de si mesmo. 

O que faz desse romance uma produção tão singela é a questão de representar a vida de muitas pessoas até hoje. Existem muitas Ponciás vagando por mundo a fora. Conceição Evaristo escreve de uma forma simples, mas ao mesmo tempo muito preciosa. Cada personagem dessa narrativa é um universo em particular. 

Compreendemos a perda de personalidade de Ponciá, entendemos a falta que sua mãe sente ao ver a filha ir para tão longe, percebemos a falta de amor do marido, que nunca entende o que se passa na cabeça da esposa estática, que sempre parece aérea. É uma prosa poética sem fim, que arrasta o leitor para os profundos pensamentos acerca do que fomos, somos e viremos a ser. Vê-se dentro a obra a grande questão da memória quando a personagem se refere ao avô, uma figura exemplar e um grande enigma no romance. 

Ponciá Vicêncio é um livro que nos faz refletir sobre o presente, passado e futuro, a considerar quais são os nossos sonhos e ilusões.

Você também pode gostar de:

24 comentário(s)

  1. Oi Haise! Vou começar pelo excerto: "...são cheios de miséria e falta de amor, na verdade, durante a narrativa, os únicos sentimentos que dão a entender são o vazio, a saudade, a dor e perca de si mesmo." - Mote que torna o livro atual de cara! São dias como os nossos!

    Acho perfeito quando autores se concentram em questões universais e tão presentes e eternas quanto essas. Do ponto de vista de uma ordem dramática, não há como não se aproximar do leitor que, haja visto, conhece essas sensações de perto!

    Parabéns pelo post. Não conhecia o livro, mas fiquei interessado!

    Grande Abraço!

    O.C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Oscar! Fico feliz que tenha gostado desse trecho, ele é realmente muito significativo na minha compreensão da obra. Também me animei, já que cê gostou do livro, espero que leia e faça uma ótima leitura. Essa autora é sensacional <3

      Abraços.

      Excluir
  2. Olá Haise!
    Não conhecia a obra e nem a autora, mas confesso que me encantei de cara. Gosto de livros que "nos fazem pensar" que nos tiram do comodismo para avaliar certas situações.
    Espero conseguir ler em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do livro, Mercia. Espero que conheça a Conceição em breve! Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  3. Não conhecia o livro, fiquei muito curiosa pra lê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é ótimo, Bruna! Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  4. Olá
    Tenho uma certa queda por livro com essa pegada, só que eles me deixa um pouco triste durante a leitura, não sei porque. Mas gostei demais da Poncia e fiquei curiosa com seu destino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me sinto um pouco triste com essas temáticas, mas o livro é tão genial que não me aguento e leio hahah Espero que goste da leitura! Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  5. Olá, tudo bom?

    Eu ainda não conhecia esse livro, mas parece tão poético e lindo. É difícil essa questão de identidade, ainda mais se referindo a ter um sobrenome de alguém que era dono de alguém importante para você. E, ainda por cima, ter um relacionamento infeliz, quando tenta conseguir melhores condições de vida para ajudar a família, é complicado. Essa obra parece singela e que nos faz refletir sobre a vida.

    Enfim, adorei o post, obrigada pela dica :)
    Abraços.

    https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão da identidade é muito forte dentro da obra da Conceição mesmo e acho que isso permeia bastante os outros livros dela. Interessante o que você tirou de bom da resenha, fico feliz que tenha gostado!
      Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  6. Olá, tudo bem?

    Não conhecia a autora e nem o livro, mas já gostei bastante do que vi, pois é o tipo de literatura que consumo e me faz bem, me enche de energia. Gostei bastante do livro retratar os sentimentos, até aqueles que não são tão bons, pois isso mostra a intensidade do mesmo. O fato de nos permitir reflexão sobre várias coisas é um ponto mais do que positivo. Já quero!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que esse tipo de livro te faz bem, Alice! É sempre bom lermos o que nos faz bem e fico feliz que tenha gostado da resenha e se animado pra ler o livro!
      Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  7. Esse livro tem uma história incrível é uma história que emociona quem ler, é bom ler livros que trás reflexão para a nossa vida com essas reflexões aprendemos muitas coisas. Gostei muito da sugestão do livro da autora Conceição Evaristo, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucimar. Fico feliz que tenha gostado da minha dica! Obrigada pela visita e volte sempre. <3

      Excluir
  8. Oi, Haise, fiz questão de participar da interação lá no grupo quando vi que havia um texto (o seu) sobre esse livro da Conceição Evaristo, que há algum tempo quero ler. Eu conheci a escrita da Conceição Evaristo ano passado, por meio do livro Olhos d'Água, de contos. Foi uma leitura tão impactante que fiz até uma resenha sobre ele, que é um dos textos mais acessados do meu blog desde o ano passado. Posso imaginar, pelo que li da autora e pelo que você relata aqui, que no romance as características poéticas de sua prosa estão presentes neste romance...

    Deixo o link para o texto que fiz sobre o livro "Olhos d'Água":
    https://teofilotostes.wordpress.com/2016/04/10/olhos-dagua/

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Teófilo. Fico feliz que o post em si tenha te chamado tanta atenção assim, é sempre bom receber esses comentários. Também conheci a Conceição recentemente, tive o prazer de vê-la em uma palestra. No tempo, eu não conhecia sua escrita, então nem dei tanta atenção e hoje me arrependo, gostaria de ter falado com ela sobre o quanto Ponciá mexeu comigo, assim como foi pra ti a leitura de Olhos d'Água.

      Fico mais feliz ainda por ver que existem outros blogs por aí falando sobre ela e suas obras e, com certeza, irei passar no seu blog pra conferir teu texto, porque tô com muita vontade de ler Olhos d'Água.

      Beijos! Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  9. Adoro as indicações de livros porque amo... amo de paixão.
    Esse ainda não li mas sempre faço listinha pra ler durante as viagens, mas nas minhas folgas e férias.
    Esse foi pra lista. 😉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por colocar esse livro sensacional na tua lista, Maia, aposto que cê vai adorar!

      xoxo,
      Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  10. Apesar de não ser um tipo de leitura que eu costume fazer, a história parece ser bem emocionante, mesmo. Aquele tipo de livro que fica com a gente um tempo depois de encerrada a leitura.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Mari, é muito emocionante e reflexivo. Livros assim, eu sempre costumo ler. Fico feliz que tenha gostado e notado isso!
      Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  11. Olá tudo bem ? A Poncia traz algo que me indentificou muito, gostei muito do livro e já estou querendo saber um pouco mais do autor.Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Laini! Obrigada pela visita. <3

      Excluir
  12. Não conhecia a autora, nem o livro. Adorei a sua resenha, parece uma história linda, uma baita dica de leitura para colocar na minha lista.

    bj
    Dani, do Blog Sabe o que é?
    http://sabeoque.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma história linda e seus personagens são muito significativos! Leia quando puder, aposto que irás gostar, Daniela! Obrigada pela visita. <3

      Excluir