AohaRaido, Sakisaka Io – volume 1

escrito por ♡ novembro 15, 2017

Título: AohaRaido #01 
Autora: Sakisaka Io 
Editora: Panini Comics 
Número de páginas: 196 
Ano de publicação: 2015

Futaba Yoshioka é uma jovem que está no ginasial que não se dá bem com os garotos e tem poucos amigos. Ela evita completamente o contato com os garotos de tão tímida e sem graça que se sente perto deles. Na verdade, ela odeia esses meninos. Odeia a conversa deles, odeia o jeito de se expressar, odeia tudo relacionado a garotos. Para Futaba, eles são todos iguais, falam sobre as mesmas coisas e do mesmo jeito. Apesar de querer distância de todos eles, tem um garoto em especial que chama sua atenção. 



O nome dele é Kou Tanaka. Ele não é chato, não vive falando alto nos corredores e muito menos ri das piadas idiotas que garotos nessa idade costumam fazer. Por esses motivos, Futaba sempre percebe que ele é um pouco diferente e que, talvez,  ele seria o único garoto com quem ela poderia ter uma conversa civilizada. Porém, antes que as coisas começassem a andar a favor dos dois, Kou some. Isso mesmo, ele desaparece da escola sem dar nenhuma explicação e as esperanças de Futaba vão por água a baixo. 
"O Tanaka-kun foi transferido? O que aconteceu? Ninguém sabe para onde ele foi?"
O que acontece é que: no meio de toda a conversa confusa que ela tem com o Tanaka, Futaba entende que ele possivelmente a convidou para uma das festas típicas lá do Japão. Só que ela chega lá e ele não tá. Impossível não ficar um pouco magoadinha, não é?  Mesmo não tendo a certeza se ele a convidou ou não, a garota fica preocupada com o paradeiro do garoto, mas isso faz com que ela tome uma posição diferente nos próximos anos de sua vida.

Foto: Livros Que Li.
Futaba chega ao colegial e decide que mudará completamente de personalidade. Só para não chamar atenção dos garotos, ela faz amizades não-tão-amizades assim, come muito e vive uma vida completamente bagunçada. Isso tudo para ser excluída da mira dos garotos e não representar mais uma concorrente louca por um boy magia entre as meninas da escola. Porém, ela nunca esquece de um episódio de sua vida: quando Kou Futaba desapareceu. 

Isso contribui demais para o dia em que ela está andando tranquilamente pela escola e esbarra com um garoto IDÊNTICO ao Kou. Imagina a cara de Nazaré Tedesco quando a Futaba vê esse sósia perambulando pela escola. 

Futaba? É você? (Gif retirado do Google)
Esse garoto com quem ela esbarrou se chama Mabuchi. Daí ela fica naquela de é ou não é Kou Futaba, sendo que o menino até tem um nome completamente diferente. A partir desse momento que a história começa a se desenvolver. 

AohaRaido é um mangá bastante adorado pelos fãs de shoujo (histórias românticas) e eu pude saber dos motivos disso quando li. Particularmente, eu adoro esse gênero porque, além de ser super fofo, a maioria das histórias tem um lado mais cômico. Isso tudo junto e misturado me proporciona uma ótima experiência de leitura e não foi diferente com esse mangá.

Foto: Livros Que Li.
A história também é famosa pela adaptação (ainda não li críticas positivas e negativas sobre, porém eu suponho que seja um bom anime), mas eu decidi ler o primeiro volume e depois conferir a adaptação. É uma leitura super rápida e divertida, as descobertas pessoais de Futaba contam muito para o amadurecimento dela como personagem nesse volume, ela percebe que tem amizades falsas e que muitas coisas que anda fazendo não valem muito a pena, então isso tudo deixa a história bem intrigante. Principalmente, com o mistério principal sobre o que aconteceu com o Kou e se o Mabuchi é ou não quem ele diz ser. 

É um mangá que indico bastante para quem ainda não se aventurou por esse caminho ou para quem já se aventurou, mas ainda não conhece essa história. Eu gostei muito e espero não me decepcionar nos próximos volumes. 

Você também pode gostar de:

17 comentário(s)

  1. Oi.
    Ainda não li nenhum mangá, mas tenho vontade. Principalmente por esse ar de inocência que eles parecem trazer. Gosto muito também dessa ideia de romance com uma pegada de humor.
    Anotei a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi! Não conhecia esse mangá! Achei a coisa mais lindinha do mundo! Já vou procurar para colocar na lista de 2018. Parabéns pelo bom humor, a qualidade da resenha e das fotos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá... Olha eu nunca li mangá, mas este com este mistério me chamou atenção... adoro suspenses deste tipo.... então, acho que este seria um bom mangá para começar.... abraços...

    https://diariodemaeleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oii. Tenho vontade de ler mangá, mas sempre que chego na livraria acabo comprando um livro mesmo. Espero parar de fazer isso um dia.
    Quando eu for de novo, vou lembrar desse mangá porque achei ele meio mistery e amorzinho ashsusu, estou enganada? Amei a resenha, achei divertida ainda mais na parte da Nazare.

    A edição é linda awn.
    Cupcakeland

    ResponderExcluir
  5. Sempre quis ler manga e agora com esse post me interessei mais ainda. Assim que eu for em uma banca vou procurar um pra eu ler.

    ResponderExcluir
  6. Nao sou de ler mangá. Mas a resenha que vc explica é bastante legal e interessante. Sucesso. Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Eu nunca li Anime, mas já quero esse, que capa linda me apaixonei totalmente. Dica anotada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Haise!

    Não sou muito de ler mangás, talvez por falta de indicação. Li 5 volumes de Death Note, pelo pc mesmo, mas depois disso nunca mais. Apesar de eu ter gostado bastante da experiência, acabei esquecendo e voltei a ler só livros.

    Já tinha visto várias resenhas desse mangá, e sempre achei superlegal. E por falar nisso, ameeei sua resenha, ficou muito divertida!

    Beijão
    Cantinho da Escrita

    ResponderExcluir
  9. Oi, ninca um maga na minha vida.
    Mais esse me deixou curiosa para saber se é ou não o garoto.
    Beijos da Tati

    ResponderExcluir
  10. Não costumo ler mangas, mas achei essa história bem interessante. Adorei o jeito bem humorado que você escreveu a resenha! Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem? Gostei muito da sua resenha, fiquei curiosa para ler AohaRaido, a premissa é bem interessante. Ainda não nenhum manga, não que eu me lembre mas esse me chamou bastante a atenção, quem sabe esse não seja o primeiro que eu irei ler, beijinhos.

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia esse mangá, mas as características de Kou, me fez lembrar de um aluno que tive no ano de 2013, adorei a proposta e vou procurar para conhecer mais.

    ResponderExcluir
  13. Já li alguns mangas, gantz, era um deles. Eu particularmente adoro esse tipo de leitura, gosto também das adaptações! Esse parece ser muito bom e com uma história legal, vou dar uma conferida!! Abraços

    ResponderExcluir
  14. Nunca li uma mangá na vida hehe. Na verdade, tenho interesse em ler um em específico: Death Note. Mas nem é tão desesperador esse desejo de ler hehe.
    De toda forma, sempre que vejo alguma resenha me dá uma curiosidade, ainda mais esse que parece ser bem fofo e ~meio~ de mistério :) gostei da sua resenha e das fotos que ilustraram o post; estão uma graça <3

    ResponderExcluir
  15. Confesso que já assisti muitos animes e nunca li os mangas. Mas acho que preciso começar a ler, mas vou ler do BTOOOM que está na lista na verdade o único kkkkk. Mas agora vou acrescentar esse aí

    ResponderExcluir
  16. Que maravilha! Pareceu-me, deveras, interessante! Mangas são gêneros maravilhosos! Vou acrescentar esse à lista de compras! ;) Obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
  17. Que amorzinho de mangá Haise, fiquei apaixonada pela dica e sempre quando eu podia estava a comprar e me deliciar, morro de amores e me encanto demais, a edição está amável.
    Beijinhos

    ResponderExcluir