Os papéis de Aspern, Henry James

escrito por ♡ outubro 05, 2017


Título: Os papéis de Aspern (The Aspern Papers)
Autor: Henry James
Tradutor: Chico Lopes
Ilustradora: Silvana de Quadros
Editora: Penalux
Número de páginas: 178
Ano de publicação: 2015
Para comprar: (R$ 35,00 - Loja Penalux)
CLASSIFICAÇÃO: 

SINOPSE: "Os Papéis de Aspern" representa um dos melhores momentos na literatura de H. James, conjunto de obras que se destaca tanto em romances como em contos. Nessa história, que oscila entre o cômico e o trágico, o cenário é a pitoresca Veneza, onde se desenrola a aventura e manobras de um editor que tenta a todo custo obter as cartas de amor de um grande poeta, em posse de uma esquiva e misteriosa senhora. O preço desse resgate epistolar possui algo de fantástico e, por que não?, maquiavélico, a ponto de estarrecer o leitor e prender sua atenção neste enredo intrigante e muito bem articulado.


ENREDO

Não sabemos o nome do protagonista dessa história, mas ele é um grande admirador das obras de um escritor chamado Jeffrey Aspern e digamos que essa admiração nunca cessa, ele é obcecado, coleciona, pesquisa e edita tudo o que encontra do poeta. Na companhia do seu sócio, o narrador-personagem dessa história acaba descobrindo que existe uma mulher em Veneza que possui escritos inéditos do Jeffrey Aspern. Quando ele percebe isso, o personagem vai ao encontro da moça para tentar convencê-la a ceder esses manuscritos.

Fotos: Livros Que Li. 


Só que ela não parece colaborativa, na verdade, ela não quer ter contato com eles e evita qualquer tipo de encontro. Mas o personagem tenta tramar planos para se infiltrar no casarão onde mora Mrs. Bordereau e tenta chamar atenção da mulher de diversas formas a fim de conseguir o que quer. O mistério percorre a história inteira, o que facilita a narrativa despretensiosa que cativa o leitor a cada capítulo. Acompanhamos a trajetória desse narrador/leitor de Aspern de forma muito objetiva, acompanhamos as tentativas para conseguir os escritos e o que ele faz para conseguir. Digamos que ele não faz isso de maneira muito honesta, o personagem usa de artifícios para conseguir o que quer, ele engana e é ambicioso; inclusive, é uma das críticas presente na obra: o que somos capazes de fazer para atingir nossos objetivos? Para obter o que queremos, seremos capazes de enganar pessoas, passar por cima de todo e qualquer sentimentalismo e escrúpulos? É com esse estudo implícito da personalidade humana, que Henry James nos teletransporta para uma Veneza apaixonante e nos faz conhecer personagens realistas.

MINHAS IMPRESSÕES

A maestria tão aclamada de Henry James é percebida nessa novela. Pode ser que muitas pessoas não conheçam tão bem sobre o autor, mas já devem ter ouvido falar sobre A volta do parafuso, que é outro livro escrito por ele e já foi diversas vezes adaptado para o cinema também. Henry James foi um escritor prolífico, produziu contos, romances, ensaios e novelas. Além disso, ele é considerado uma das maiores figuras realistas do século XIX, reconhecido como um dos maiores escritores de língua inglesa e precursor da moderna ficção. Em suas obras poderemos encontrar fashbacks e a narração indireta. Por exemplo, A volta do parafuso é terror psicológico com uma dose cheia de seres sobrenaturais, já em Os papéis de Aspern temos um ambiente menos transcendente e mais real, já que ele tenta explorar a consciência humana.

Foto: Livros que Li. Ilustração do livro: Silvana de Quadros.
Os personagens demonstram ser mais reais, então isso significa que temos pessoas fictícias que são feitas de desejos, ambições, inveja, mesquinhez e outras características que deixam a narrativa mais próxima do leitor, porque não somos perfeitos e temos defeitos que desejamos esconder, mas não conseguimos, convenhamos. As descrições de Os papéis de Aspern favoreceu esse tipo de impressão que eu tive durante a leitura, eu queria saber mais os motivos dos personagens e me peguei refletindo diversas vezes sobre como eles sutilmente existiam na realidade. Para mim, o que mais me chamou atenção, além dos personagens bem trabalhados e a trama, foi a parte descritiva. Isso porque amo descrições minuciosas, faz com que eu me entregue mais à leitura, mas pode ser um ponto mais chato para quem não gosta de tantas descrições. O fato é que na contracapa do livro vem dizendo que a narrativa é tão rica de descrição que transforma Veneza, o espaço em que a narrativa se passa, numa personagem também e foi exatamente isso que eu senti, como se eu conhecesse tão bem a Veneza do livro que eu poderia muito bem passear por lá sem me perder, de tão real e palpável que foi descrito.

Pequena biografia do autor no final da obra. Foto: Livros que Li.
É uma história que não dá para largar enquanto você não souber o final. Particularmente, eu me apeguei muito a minha edição, as páginas são amareladas, o livro é em capa dura e a fonte é bem legal. Além disso, também tem uma pequena introdução feita pelo tradutor do livro, possui ilustrações e notas ao pé da página. Acho que é uma das edições mais bonitas de clássicos que eu tenho e assim eu pude conhecer um pouco mais sobre o trabalho exemplar da Editora Penalux. Todos os aspectos que eu citei me fizeram apreciar muito mais a experiência. Posso dizer que, provavelmente, é a edição mais acessível que temos e vale adquirir porque é bem caprichada. No mais, indico Os papéis de Aspern para quem quer conhecer autores clássicos da literatura estrangeira e para quem quer mergulhar em uma história cativante.

Essa é a dica que eu trouxe essa semana, espero que vocês tenham gostado. Já leram alguma produção do autor? Me contem nos comentários que eu vou adorar saber as opiniões. A gente se vê na próxima resenha.


ONDE ENCONTRAR O LIVRO:


Au revoir.


Você também pode gostar de:

52 comentário(s)

  1. Eu não conhecia o livro, mas fiquei curiosa e parece ser muito bom. Eu mo livros com páginas amareladas, facilita muito a leitura! Achei a edição muito bonita.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro nem o autor, mas parece uma história muito interessante. Vou pesquisar mais obras dele e colocar na lista.
    Amei a resenha ❤
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  3. Oi Haise tudo bem?
    Eu gosto muito do trabalho dessa editora e não desperdiçaria a oportunidade de ler, caso tivesse, estou precisando de um livro que tenha autores clássicos, sei que seria uma ótima pedida.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o autor, mas por todo trabalho que teve em tornar os personagens "reais", devo ler. Em relação a riqueza de descrição, sempre tem dois pesos. Acho que tédio descrições desnecessárias, que não acarretam em nado a trama, a leitura fica arrastada. Mas amo descrições que me faz ficar imaginam coisas.
    Obrigada pela dica.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiieee

    Não conehcia esse livro e nem o autor, mas gostei bastante do que vc conta sobre o livro, deixarei o titulo anotado para futuras leituras. As fotos ficaram ótimas.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, não conhecia a obra e achei incrível.
    Já anotei a dica aqui para uma futura leitura.

    Abraços
    Quel

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia esse livro e nem A volta do Parafuso. Gostei de saber que o enredo é intrigante e cativante! Fiquei mais interessada, no decorrer da resenha, pelo fato do mistério fazer parte da trama!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia este livro, e apesar do enredo parecer interessante, confesso que não fiquei com vontade de ler por enquanto.
    Legal que a edição está mais acessível, os fãs de clássico agradecem.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  9. Hey,
    Sou muito estranha se disser que não conheço o autor? rs
    Nunca tinha ouvido falar nele e confesso que não fiquei muito animada com a história, mesmo com todos os elogios que você apresentou.
    Achei sua resenha e fotos impecáveis, mas não sinto vontade de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Não tive oportunidade de conhecer nenhuma das obras do autor. Apesar de já ter ouvido falar de A volta do parafuso. A edição da Penalux está uma lindeza, e depois da sua resenha acho q vou dar uma chance a obra.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse título do autor, estudei ele esse semestre na faculdade porém não vimos esse livro, adorei o enredo e com toda certeza irei ler essa obra! Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha e vou procurar saber mais sobre este autor.Não conhecia,obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
  13. Ual, que resenha mais linda e bem feita. Parabéns. O livro me pareceu muito bom, principalmente pela empolgação a qual você relata a história. Eu não conhecia o autor e fiquei intrigada. Dica anotada.
    PS: Meu sonho conhecer Veneza, mais um ponto para o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá, eu tenho muita vontade de ler algum livro do autor, ainda não conhecia esse. Achei a edição da Penalux muito bonita. Gostei muito da sua resenha, "Os papéis de Aspern" acaba de entrar para a minha lista de desejados!

    ResponderExcluir
  15. Ooi
    Apesar de a historia em si não ter chamado muito minha atenção, por conta de gostos mesmo, acredito que o livro seja uma obra muito bem feita, levando em conta suas considerações. Os personagens parecem ser bem construídos, a escrita com boas descrições etc...

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Também fiquei curiosa para saber o mistério que envolve esse tal manuscrito que a mulher esconde.
    Não conhecia o autor e nem o livro, mas como estou precisando ler um clássico, seria uma ótima pedida!

    ResponderExcluir
  17. A outra volta do parafuso tá na minha lista de leituras faz alguns anos, mas por algum motivo ainda não o li. Do autor, só conheço esse mesmo. Mas fiquei muito curiosa por essa obra. Não sabia de outros livros dele. Acho que vou ler o que tenho e depois ir pra esse, parece ótimo. E que edição bonita, hein.

    ;*

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?

    Não conhecia o autor ou a obra, então fiquei bem curiosa em relação a tudo que você narrou. Eu adoro livros que não mostrem o nome do narrador, pois isso corrobora ainda mais para esse clima de mistério que o autor desejava passar. Essa questão da reflexão sobre o que somos capazes de fazer para obtermos o que desejamos é bem pertinente e pode ser vista por várias vertentes. Adorei a resenha, muito bem escrita!

    beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi.
    Impossível não me identificar com o narrador. Quem nunca leu uma obra e depois quis ler tudo que o(a) autor(a) escrever. Adorei a ambientação em Veneza, sou fascinada por tudo que diz respeito à Itália. E adorei também a reflexão trazida, até onde somos capazes de ir para conseguir o que querermos, realmente é algo a se pensar.
    Ainda não li uma obra do autor, mas agora quero muito e esse edição realmente parece maravilhosa.
    Parabéns pela resenha muito bem escrita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Olá
    Eu não conhecia a obra e autor. Gostei bastante das fotos que ilustram o seu texto e nos da uma impressão de como é o livro em seu interior.

    ResponderExcluir
  21. Eu não conhecia o autor mas gostei da sua resenha acho que leria esse livro. Dica anotada.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Não conhecia esse livro e nem o autor e o que dizer, estou profundamente necessitada dessa leitura, a editora já conheço, mas ainda não pude me dedicar a ela com afinco, alguns livros estão em minha meta de leitura e esse também vai. sobre sua resenha, apreciei cada palavra, parabéns pelo texto excepcional.

    ResponderExcluir
  23. Nossaaa amei sua resenha, não conhecia ainda essa editora. Vou ler agora. Bjos

    ResponderExcluir
  24. Ainda não tinha conhecimento desse livro, e achei o mesmo super interessante, além da edição que é maravilhosa! Super gostei da resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  25. bastante cativante o enredo do livro. Nunca li, porém adorei a premissa e também as ilustrações. Pra mim, livros que ilustram uma historia são os melhores,
    Adorei o blog
    beijinhos

    ResponderExcluir
  26. Olá! Tudo bem?
    Então, não é um livro que me chama a atenção, principalmente pela capa.
    Gostei muito da resenha, fiquei até curioso.
    Adorei o post!
    @lendocomdaniel

    ResponderExcluir
  27. Olá.
    Excelente resenha. Me deixou bem curiosa me relação ao livro, principalmente para saber quais sãos os meios usados pelo narrador para alcançar seu objetivo e conseguir os papeis.
    Gosto muito de livros com personagens bem construídos e com profundidade psicológica, mas acho que vai ser um problema para mim lidar com as descrições minuciosas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  28. Seu blog é um amor ♥ Primeira vez que estou passando por aqui . Você super aborda o livro de um jeito que faz as pessoas quererem ler cara . Resenha tá massa.

    ResponderExcluir
  29. Não conhecia o autor ou a obra, não sei se a história me atrairia... Provalvemente ele teria que ser um dos ultimos livros disponiveis na minha estante para eu pega-lo, apesar da edição linda e seus elogios à escrita do autor. Não é muito o estilo de leitura que costumo me prender.

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  30. Olá!

    Adoro quando trazem posts sobre livros e autores com quem ainda não tive contato. Acredito que gostaria das duas obras citadas dele, ambas parecem bastante interessantes e ele parece ser bem versátil :) Dica anotada!

    Um beijo, Carol
    Blog com V

    ResponderExcluir
  31. Olá, tudo bem? Nossa, que legal, não conhecia este livro, mas pelo o que tu falou parece ser uma obra e tanto, ein... Adorei a resenha e com certeza vou tentar ler em breve!

    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Gosto de livros que trazem essa realidade da consciência humana, os defeitos... Sem dúvida um livro interessante, ainda não conhecia. A princípio pelo título e capa ele não me atrairia, mas pela sua opinião positiva, eu leria.

    ResponderExcluir
  33. Já tonha ouvido falar nesse livro e depois dessa resenha fiquei com mais vontade ainda de ter ele na minha estante. Muito bom o seu texto.

    ResponderExcluir
  34. Olá Haise, tudo bom?
    Não conheci o livro e nem o escritor, mas achei interessante a premissa do livro, principalmente o fato que o personagem central não tem nome e quando você idealizou a mensagem por trás do livro sobre até onde vamos para alcançar nossos objetivos não pude deixar de pensar que o autor quis que entrássemos na pele do protagonista para dar mais ênfase que todo ser humano pode agir daquele maneira.
    Bem bacana sua analise dá historia, parabéns pela resenha.

    Abraços,
    Camila.

    Blog Próxima Página
    FACEBOOK
    TWITTER
    INSTAGRAM

    ResponderExcluir
  35. Oi!
    Eu não conhecia o livro, e pra ser sincera nem tinha ouvido falar sobre o autor, mas achei a proposta do livro bem interessante principalmente pelos personagens e pelo fato de não se saber o nome do protagonista. Vou anotar a dica pra quando eu quiser arriscar uma leitura fora da minha zona de conforto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Oi, adorei sua resenha e não conhecia esse livro, a sinopse já me chamou a atenção , mas a sua visão sobre a história foi maravilhosa, e já adicionei na lista de livros para comprar.
    Sucesso .

    ResponderExcluir
  37. Oi,
    Não conhecia o livro nem autor, mas infelizmente apesar de ser um clássico confesso que não me chamou muita atenção não. Fica para próxima.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  38. Olá!
    Eu ainda não tive contato com a escrita do autor nem com uma obra da editora, mas acho que leria esse livro - mesmo sendo de um gênero que não estou acostumado a ler.
    Achei a premissa interessante e a mensagem por trás da história me agrada bastante. A edição também é linda.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  39. Oi.
    Esse não é um livro que normalmente eu pegaria para ler, mas depois da sua resenha já coloquei na minha lista de desejados.
    Amo quando em um livro não sabemos o nome do protagonista isso deixa tudo mais interessante, que bom saber que não temos vontade de largar o livro até saber o final.
    Amooooo livros de capa dura e folhas amarelas.
    Amei a resenha e as fotos.

    ResponderExcluir
  40. Adorei a dica! Ainda não li nada do autor e adoro clássicos, sempre vale a pena lê-los! Também sou apaixonada por descrições de cidades, lugares, a gente parece viajar e visitar todos os locais junto com o autor! Fiquei ansiosa para ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  41. Olá
    Adorei a resenha, ainda tive pouco contato com o autor, já li A Volta do Parafuso, e sei que ele é muito importante tenho outros dois livros em minhas listas, mas este eu ainda não conhecia, e agora quero ele para ontem

    ResponderExcluir
  42. eu já tinha ouvido falar desse livro dele mas ainda nao li, tá na lista de desejados ^^
    adoro a escrita dele, bem fluída e me faz mergulhar dentro do enredo, já li A volta do parafuso, um dos meus preferidos da vida. <3

    ResponderExcluir
  43. Olá! Não conhecia o livro, mas achei bem interessante. Legal criar uma história em cima de um grande autor, nos dá outra visão sobre o trabalho dele, a edição está muito legal, beijos!

    ResponderExcluir
  44. Olá!
    Apesar de ter um belo projeto gráfico e bem inovador, esse não se encaixa no tipo de leitura que me atrai.
    Mas gostei de conhecer mais dessa obra através das suas considerações.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  45. Oi. Não conhecia esse livro, apesar de não ser um dos meus gêneros favoritos parece ser bom.

    ResponderExcluir
  46. Olá! Tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro e achei bem interessante. Na verdade até estou bem curiosa em saber como o personagem seguiu sua trajetória de conquistar os escritos e o que ele faz para conseguir. Dica anotada para adquirir este livro, pois não conheço nada dessa editora e será uma ótima chance de conhecer a edição que ele publicam. Parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  47. Desconhecia autor e obras, mas fiquei muito interessada em "A volta do parafuso". Já na obra, tema dessa postagem, gostei de saber os detalhes da edição e o cuidado da editora, nunca li nada dela, mas a obra em si não despertou meu interesse. Beijos

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  48. Oi, tudo bem? Conheço "A outra volta do parafuso", mas terror psicológico não é algo que aprecio, sabe? Não li nada do autor até hoje e confesso que não conheço basicamente nada sobre ele. Mas sua resenha está muito boa, gostei de saber que o personagem não é perfeito e eu gosto muito desse tipo de coisa, pois nos aproxima da nossa própria humanidade. Essa edição tá mesmo muito linda! E as suas fotos: LINDÍSSIMAS! <3

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  49. Eu tenho " A outra volta do parafuso" e estou doida para ler. Não conhecia este, mas já gostei e coloquei na minha lista de desejados. Amo quando acho resenhas de livros diferentes. Parabéns, pelo post. Ficou muito bom. <3

    ResponderExcluir
  50. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro nem o autor, mas me parece ser uma boa história bem diferente do que estou acostumada a ler.
    Vou pesquisar mais a respeito.

    A edição também esta bonita, não me importo muito com a cor da folha rs.. pode ser branca mesmo.
    Gostei da sua opinião.

    ResponderExcluir
  51. Oi Haise!!
    Pela capa eu nunca leria esse livro. Achei ela bem sem graça, mas conforme vc foi mostrando a história e as ilustrações já me deixou curiosa. Eu não conhecia o autor e nem o livro. Posso até já ter visto, mas me passou despercebido.
    Parabéns pela resenha. Vc realmente convence as pessoas a lerem o livro!!
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  52. Oie amore,
    Sendo bem sincera esse livro não me chamou atenção em nada.
    Dessa vez vou pular a dica mesmo tendo visto sua empolgação!


    Beijokas!

    ResponderExcluir