Uma vez você, uma vez eu - Diego Martello

escrito por ♡ setembro 19, 2017

Título: Uma vez você, uma vez eu
Autor: Diego Martello
Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Lançamento: 2015
Número de páginas: 184
CLASSIFICAÇÃO: 
Comprar: (Amazon - 23,28)


Willian, protagonista de “Uma vez você, uma vez eu”, vive uma vida quase perfeita. É casado com Eva e tem um bom emprego.  Mas o que realmente tira alguma mágica disso tudo, é que ele e sua esposa não conseguem engravidar, além de enfrentar alguns dilemas que atingem o relacionamento com o seu pai, Marcos.

Depois de receber uma proposta de promoção em seu emprego, Willian chega em casa e tem a notícia que seu pai sofrera um acidente, e por estímulo de Eva, decide visitá-lo. Chegando ali, tudo pareceu rápido demais, as palavras eram poucas, o que era estranho, pois esperavam que depois de tanto tempo afastados algum rancor no coração de Willian tivesse dissolvido. Mesmo assim, Marcos não desistiu de avançar em um diálogo com o filho, desta forma, pediu um favor.

Quando Marcos e Willian ainda se falavam, e o filho trabalhava na empresa do pai, mas houve um desentendimento e Willian sai da empresa D&D. Para substituir o filho, Marcos decide fazer algo diferente, mas é na realização desta atividade que ele se acidenta e fica impossibilitado de continuar. Assim o favor que pediu ao filho, era que continuasse tal atividade, que consistia em levar um envelope que faltava para que tal ideia tomasse forma.



Na execução da tarefa que lhe foi dada, Willian encontra vários bilhetes escritos pelo pai e que lhe trazem várias lembranças do tempo que trabalhava na D&D, mas sua curiosidade ia aguçando e assim ia lendo todos os bilhetes ali no quiosque. Depois de tudo feito, sentia que faltava algo, não existia mais espaço para nenhuma etapa da tal atividade. Assim fitou o envelope que o pai lhe entregara mais cedo, ele fora escrito justamente de Marcos para Willian, uma revelação é feita. O que deixa o filho completamente sem rumo.


“Um detalhe chamou minha atenção: o envelope que meu pai pedira para eu deixar aqui. Claramente, a atividade já deveria ter acabado, pois não existia margem para outra etapa. Havia algo de estranho naquilo tudo. Estiquei meus braços para cima, apalpei o balcão por alguns segundos até agarrar o envelope, trouxe-o até mim e o abri. Corri os olhos rapidamente sobre as palavras escritas à mão elo meu pai. Ele deveria ter escrito com pressa, provavelmente minutos antes de me entregar.” (pág 91)
Em seguida há um plot twist que me deixou de cara. E que eu não posso contar.

MINHA OPINIÃO

Quando peguei o livro, fiquei muito animada pra ler, apesar de ter demorado um pouco pra terminar. Mas vos apresento o meu motivo: eu não leria um livro tão bom se deixasse por um segundo de prestar atenção no que estava sendo dito. Quando lemos ficamos cansados, assim que o cansaço mostrava sinais, eu fechava o livro no ponto final seguinte. “ Uma vez você, uma vez eu” é daqueles livros que você lê um quote e pensa: Queria ter escrito isso.

“Mostrou-nos que o simples fato de ter força não é o suficiente. Precisamos saber que somos fortes e ter a consciência de que a responsabilidade deve crescer junto com a força.” (pág 28)

“A mudança por si só, qualquer que seja, traz sentimentos derivados. Pode acontecer de eu me induzir a acreditar que essa possível mudança será para melhor, e nessa crença eu fantasie, com minhas próprias ilusões e esperanças, uma futura realidade da forma como espero que ela seja, e não como ela realmente poderia ser...” (pág 35)


Se você por caso já brigou com um membro da família, e já ficou muito tempo sem falar com ele, vai se identificar com o livro. A estória toda nos faz refletir sobre o rancor que nós carregamos depois dessas brigas, sobre orgulho. E no final, eu simplesmente pensei que brigar não valia à pena, mas algumas vezes é inevitável.

Como perdoar às vezes é necessário e faz bem não só pra você, mas pra outra pessoa também. E não esconder o amor e carinho das pessoas que são importantes na nossa vida. Pois o dia de amanhã não é nosso.

Por vezes, apesar de amar as descrições e os pensamentos de Willian, eu ficava cansada delas e queria logo um travessão que me informasse um diálogo. Mas tirando isso, minha experiência com a escrita do Diego Martello foi ótima. 

Recomendo :)

SOBRE O AUTOR


Diego Martello é formado em Administração e Comércio Exterior. Trabalha com projetos automobilísticos, especialmente na área de compras - nacionais e internacionais. Tem a leitura como seu principal passatempo e, durante anos, acumulou experiências que nortearam a origem deste livro. “Uma vez você, uma vez eu” é sua obra de estreia.

Encontre o autor em:


Você também pode gostar de:

35 comentário(s)

  1. Me parece um daqueles livros reflexivos que valem a pena serem lidos! Fiquei curiosa para saber mais sobre a revelação que o pai faz ao filho!! Que bom que apesar das descrições cansativas, a leitura foi agradável!

    Bjs,
    http://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Já pelos quotes que você colocou realmente eu adoraria ter escrito isso haha. Me parece ser um daqueles livros reflexivos que a gente leva para a vida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Com certeza já passamos por brigas onde o orgulho acabou falando mais alto e nos afastando de pessoas. É muito chato quando isso acontece, mas ao mesmo tempo é tão comum que até assusta.
    Dica anotada.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Gostei dos quotes selecionados, e gosto de histórias em que o personagem recebe cartas, ou bilhetes, mas confesso que eu não leria o livro tão cedo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho visto esse livro pelas redes sociais e fico cada vez mais curiosa com ele. Adorei a resenha e a leitura parece ser muito boa, espero ler em breve. Gostei dos trechos destacados.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Já vi falarem diversas vezes desse livro, parece ser muito bom pelo jeito. Adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Tudo?
    Parece um livro com uma lição de moral bem bonita e importante. Gostei da dica
    Beijos
    Raquel machado
    Leitura kriativa
    Http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Não o conhecia, mas parece ser bem interessante, vou pesquisar mais sobre ele e, quem sabe, dar uma oportunidade.

    ResponderExcluir
  9. Pela sua resenha parece ser um livro que provoca muitas reflexões. Interessante.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Oiii!!

    Eu provavelmente sentiria falta dessa indicação de diálogo tbm... Gostei do tema escolhido pelo autor, pois é bem real! E acho isso muito bom!

    Dica anotada

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá, gostei bastante da temática do livro, gosto de livros com os quais a gente se identifique e possa fazer uma reflexão profunda após a leitura! Muito bom.

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro ou o autor, mas fiquei super afim de ler com essa seleção de quotes. Adoro livros que nos fazem refletir!

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Você discorrendo sobre a demora para ler o livro, pensei: é meu estilo de leitura, fora que sou gamada nesta capa.

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Já ouvi algumas coisas sobre essa obra, mas não me senti interessada por fazer essa leitura. Não é o que procuro nos livros que ando lendo recentemente, quem sabe um dia né.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi querida!
    adorei a resenha e já conhecia essa obra. Já li tantas resenhas desse livro, que não me surpreende o enredo. Acho que foi porque recentemente eu li uma resenha com spoiler, e tive que tira-lo da lista. Mais agora eu vou dar uma chance a leitura, e espero gostar.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  16. Oi, como está?
    Fiquei super animada para ler esse livro. Pela sua opinião e pela história que nos mostrou parece ser um livro daqueles que nos prende palavra por palavra. Fiquei super curiosa, mesmo!!!!
    Adorei a sua resenha.

    BeijinhoBom
    Paula

    ResponderExcluir
  17. Adorei o livro parece ser bom adorei o post bem explicado.

    ResponderExcluir
  18. Que livro bacana, acho esse tipo de premissa, que envolve relacionamento familiar, diferente e convidativo. Já percebi que o livro passa uma mensagem bem importante, a questão do perdão, fiquei curiosa e pretendo ler futuramentecom certeza! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  19. Oii
    Não conhecia o livro, mas pela sua resenha, acho que não é o meu tipo de leitura. Prefiro livros de fantasia. =)

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  20. Olá!Não conhecia o livro nem o autor mas pela forma que você descreve,parece bem interessante esta história,pois o perdão engrandece e alivia principalmente quem perdoa,nunca sabemos o dia de amanhã...creio que a história nos deixa algo de bom.Parabéns ao autor Diego Martello e a você pela bela postagem.Sucesso!Bjss

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito da sua resenha. O livro parece ser um daqueles que nos faz refletir e sempre nos ensina uma lição, um novo aprendizado para a vida. Gostei do tema, quem nunca teve problemas com a família ou dilemas envolvendo perdão.

    ResponderExcluir
  22. Nossa! Agora, fiquei curiosa para saber o que o pai do Willian revelou num dos bilhetes... Já vi algumas resenhas sobre esse livro, falando muito bem dele e a sua resenha me deu mais vontade de ir atrás conferir na íntegra! Grande abraço,
    Drica.

    ResponderExcluir
  23. Oie!

    Li esse livro algum tempo atrás e gostei bastante da proposta do autor, mas infelizmente não faz meu estilo de leitura, goste sim não nego, mas se fosse para ler hoje, não o leria novamente, mas para quem gosta do gênero com certeza é uma ótima leitura, principalmente para refletir!

    BJss

    ResponderExcluir
  24. Não conhcia nem o livro nem o autor, mas sua resenha me chamou bastante a atenção.
    não prometo ler, mas fiquei com vontade.
    beijos

    http://uma-grande-aventura.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  25. Oi Haise.

    Eu não conhecia este livro e vou ser bem sincera, eu identifiquei bastante com a história porque fiquei um tempo sem conversar com um membro da família, mas foi preciso. O livro chamou atenção e com certeza eu quero muito lê-lo. Está na lista de desejados e parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  26. Oiee ^^
    Felizmente, eu não consigo brigar com alguém...haha' lembro quando "brigava" com minha mãe quando era mais nova, e eu sempre acabava chorando. Também não sou de guardar remorso, mais uma vez, felizmente.
    Lembro de ter visto e lido sobre esse livro antes, e, se não me engano, ele já tem seu título anotado na minha listinha de desejados :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  27. que post lindooo!!amei tua resenha <3

    ResponderExcluir
  28. Não conhecia esse livro , otima resenha!

    ResponderExcluir
  29. Mesmo você tendo gostado das descrições e pensamentos, acho que isso de sentir falta dos diálogos avacalharia a leitura no meu caso. Pra mim, diálogos ajudam demais a render e é assim que consigo ler mais. Por enquanto não me interessei pelo livro.

    ResponderExcluir
  30. Oiii, não conhecia esse livro e fiquei super interessada na história... Tua resenha me deixou curiosa!

    ResponderExcluir
  31. Me parece um livro super importante e bem construído, mas não é meu tipo de leitura. Talvez eu deva tentar pra sair da zona de conforto. Boa resenha.

    ResponderExcluir
  32. Ola. Adorei a resenha. Tenho ficado cada vez com mais vontade de ler esse livro. A cada resenha que leio so vejo que todo mundo gosta mto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Ola. Adorei a resenha. Tenho ficado cada vez com mais vontade de ler esse livro. A cada resenha que leio so vejo que todo mundo gosta mto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Oi tudo bem,
    que bom que vc curtiu o livro a sua resenha está impecável, infelizmente, essa não e uma leitura das que faz meu tipo, por isso deixarei a dica passar
    Beijoos

    ResponderExcluir
  35. Olá! Tão bom quando uma leitura prende nossa atenção. Ainda não conhecia o trabalho do autor. Desejo muito sucesso. Ótima sua resenha, bjo

    ResponderExcluir