Diário de leitura: Dom Casmurro, Machado De Assis #1

escrito por ♡ setembro 03, 2017


Essa semana tive a grata surpresa de que vou ter que analisar a obra mais famosa (a.k.a Dom Casmurro) de Machado de Assis. Graças que é um trabalho em dupla, não acho que teria a capacidade de analisar um livro tão consagrado sozinha, mas enfim.

Não é um livro tão extenso. Na minha edição, tenho Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro, ou seja, dois romances do Machado em um livro só. A edição é da Abril - Os Imortais da Literatura Universal - 1ª edição de Junho de 1971 - 346 páginas. Dom Casmurro começa na página 177 e ai até a 346. 

É o primeiro diário de leitura que eu faço, mas não, não vai ter post todo dia. Aqui só vai ser um lugarzinho dedicado a minha experiência de leitura, não vai ser uma análise do livro nem nada, mas um receptáculo de impressões que eu tenho e terei durante a leitura de Dom Casmurro. Eu só vou tentar mostrar alguns pontinhos que me chamaram atenção ao final de algumas páginas lidas.




📖

Ok, eu já comecei lendo poucas páginas. Sinto que a leitura exige demais de mim, os capítulos são curtos, mas não sei explicar direito. É aquele tipo de livro que eu preciso ler com calma e aos pouquinhos, o que não combina muito com a pressão de entregar o trabalho pronto daqui a algumas semanas (risos nervosos).

Aqui estão algumas coisinhas que notei nessas primeiras páginas:

 – o narrador sente a ausência dos outros, mas a maior ausência é a de si mesmo, ou seja, a perca de si mesmo é mais pungente que a de outros;
 – mémorias: logo nos primeiros capítulos, o narrador já nos teletransporta a um evento do passado, então acho que o autor escolheu a memória como um dos temas que vão estar presentes na obra;
 – o significado por trás do título Dom Casmurro: "mas no que lhe pôs o vulgo de homem calado e metido consigo." Isso me dá a impressão de que a narrativa será um pouco introspectiva, justamente pela personalidade do narrador;
 – o capítulo 3 é intitulado de "A Denúncia", é quando o José Dias, agregado da família de Bentinho, alerta a mãe do rapaz sobre a amizade/relação de Bentinho e Capitu. O que me fez pensar nas escolhas de nomes para os capítulos. É como se o José Dias não estivesse apenas levantando uma desconfiança, mas fazendo uma denúncia mesmo, apontando e acusando Bentinho de se relacionar com uma "desmiolada". Principalmente, quando o leitor sabe que o destino do rapaz é ser padre por conta de uma promessa da mãe.
 – é como se a narrativa fosse em crescente, o primeíro capítulo se chama: do título. O segundo: do livro. O terceiro: a denúncia. O quarto: um dever amaríssimo! O quinto: o agregado. O sexto: tio cosme. O sétimo: dona Glória. Então é como se o narrador fosse aos poucos nos introduzindo na história, nos fazendo conhecer as personagens inciais da trama e a escolha dos capítulos não poderia ser melhor.


🐈

E você, já leu esse livro? O que achou? Teve as mesmas impressões? Me conte nos comentários.

Você também pode gostar de:

51 comentário(s)

  1. Olá Li;
    Dom Casmurro sem dúvida é um dos meus livros favoritos, amo a dúvida que ele nos deixa, é um livro que quando relido você tem uma visão diferente da primeira que teve.
    Memórias eu li pela primeira vez semana retrasada e gostei, um romance sem pretensão, mas que nos deixa torcendo pelo Brás.
    Boa sorte com seu trabalho.
    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/2017/09/perdido-em-marte_4.html

    ResponderExcluir
  2. Gostei desta sua ideia de deixar suas experiências ao longo da leitura. Fica diferente e bem interessante. Li a pouco tempo Dom Casmurro, mas em forma de HQ.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  3. Oi linda, eu já li dom casmurro e foi um dos melhores livros que li menina, gostei muito de saber a sua opinião e essa capa está tão apaixonante. Queria uma edição dessas viu.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Apesar de ser um clássico da literatura, nunca tive paciência de ler. Eu tenho muito isso: se não prende minha atenção logo de cara, acabo largando. Mas pela sua resenha, não parece tão chato quanto eu achava.Quem sabe eu tente ler novamente?

    Bjo.

    ResponderExcluir
  5. Oiê!
    Achei muito interessante sua iniciativa de ler um romance Machadiano partindo da análise do mesmo. Sempre digo a meus alunos que o Realismo Machadiano não quer te contar uma história, e sim, apresentar uma tese, logo, o que você está fazendo com certeza renderá uma leitura bem fluente e reflexiva.

    ResponderExcluir
  6. Que responsa heim?
    Imagino o quanto deve ser difícil falar sobre Machado de Assis. Me sinto um lixo só de pensar heheh

    Tenho o desejo de ler suas obras, inclusive tenho Memórias Póstumas aqui na fila mas as vezes me sinto que não estou preparado.

    Continue com seu diário de leitura. Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a sua ideia de fazer um diário de leitura, ainda mais de um clássico da literatura, achei muito interessante a forma como contou a sua experiencia com o livro e citou alguns trechos dele. Mt bom msm.

    ResponderExcluir
  8. Machado de Asis é um clássico, porém acho que conforme vamos amadurecendo o entendimento sobre a leitura também muda e passamos a observar e entender coisas que antes passavam desapercebidas.

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Hey, tudo bem?
    Lembro que li esse livro há muito tempo na época do colégio porque fui obrigada. Como todas as leituras que fiz na época, não aproveitei nada e deletei completamente da mente.
    Tenho muita vontade de reler esse livro e outros clássicos nacionais, mas tenho medo, pois sei que precisarei dedicar muito tempo para eles, pois não são leituras fáceis e, infelizmente, não estou podendo no momento.
    Adorei a ideia do diário e achei muito interessante o que você dissecou do livro até agora. Me intriguei com o narrador.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Oi tudo bem?
    Mesmo sabendo do sucesso de Dom Casmurro nunca tive vontade de fazer essa leitura mas a sua resenha me deixou curiosa para conferir afinal gosto de livros que nos levam ao passado tipo viagem no tempo e tal. Gostei bastante dessas edição também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Adorei o post!
    Machado é incrível né, muito sucesso na leitura e na análise!
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Que edição linda!!!! Amei o livro. Já li dois livros do Machado de Assis, para escola, há muito tempo e detestei. Sério. Odiei o final dos dois livros e nunca mais peguei nada do autor para ler. Como eu era muito novinha, gostaria de reler e ver se minha opinião sobre as obras mudaram, pois o leitor amadurece depois de ler muitos títulos. Qualquer hora revisto as páginas desse celebre escritor. Boa leitura e que seu trabalho alcance a maior nota! Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu gosto muito de Machado de Assis, porém esse ainda não li. Mas vou ler com certeza.Está sendo muito bom ler este post, pois assim já sei mais ou menos que esperar da leitura.
    Eu vou gostar muito de saber suas impressões de Dom Casmurro que li várias vezes rs
    Bjs e boa leitura!

    ResponderExcluir
  14. Oie!

    Nunca consegui ler nada dos Clássicos que somos apresentados no ensino médio, tenho pavor deles até hoje, o unico que li sai tão cansada da leitura que nunca mais quis ver ele na frente, tenho admiração por leitores que conseguem e gosto desses clássicos!

    Bjs, Sorteio Ativo, serão 3 ganhadores e um deles levara para casa um Exemplar de Fuck Love da Faro Editorial! Não perca essa oportunidade!
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2017/08/sorteio-do-desapego-3-ganhadores.html

    ResponderExcluir
  15. oi tudo bem? adorei sua resenha. adoro livros clássicos e essa sua edição e linda. parabéns pelo blog. adoro as obras do Machado de Assis.

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, amei a capa do livro, li vários desses clássicos para fazer trabalhos na escola.

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Nossa tem muito tempo que li este clássico, o meu está bem velhinho e lendo seu diário de leitura sobre Dom Casmurro, deu vontade de relê-lo para lembrar a história. Estou participando de uma maratona este mês e vou tentar encaixá-lo na meta de leitura.

    Bjos

    ResponderExcluir
  18. Eu me lembro de ter visto alguma coisa desse livro na época da escola, não foi leitura obrigatória, mas me lembro que a professora colocou um trecho dele para a gente fazer um trabalho baseado. Eu ainda não li nada do Machdão (vergonhoso isso) mas pretendo mudar esse quadro em breve, até o final do ano eu quero comprar alguns exemplares dele.
    Vou adorar acompanhar o seu diário de leitura.

    ResponderExcluir
  19. Oii, tudo bem?
    Nossa, acredita que comecei a ver a mini série da Globo ontem? Tô adorando! Também tô lendo o livro e achei muito bacana, adorei a tua edição, a minha é uma da Martin Claret. Acho que a leitura desse livro vale muito a pena *-*

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Nossa, analisar Dom Casmurro? Que missão difícil, principalmente por se tratar de um clássico da literatura amado por muitos (e eu sou um desses muitos).
    Lendo seu diário de leitura me deu vontade de pegar minha versão velhinha e de bolso de Dom Casmurro e relê-la pela centésima vez.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Olá!

    Quem na vida de estudante (pelo menos na minha época) não leu Dom Casmurro? Foi um dos clássicos dos que mais gostei. Um romance psicológico de primeira qualidade e a eterna dúvida entre a relação de Capitu e Bentinho! A sua edição é muito linda! Parabéns pelo post! Abração,
    Drica.

    ResponderExcluir
  22. Adorei sua resenha. Gosto muito de clássicos e Machado é um autor que eu admiro, mas Dom Casmurro ainda não tive o prazer de ler, mas está na minha lista rs

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem?
    Já li esse livro e concordo com a sua opinião, apesar de ser um livro curto, é uma leitura lenta. O final não me agradou muito pois gosto de livros com finais concretos. Aguardo sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  24. Ainda não li o livro mas gostei muito da história do Machado De Assis, Dom Casmurro é um maravilhoso clássico pelo que senti aqui na resenha. É muito gratificante ler um clássico como esse, Machado de Assis é um gênio, bjs.

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    Um clássico como esse deve ser lido sem pressão para que haja maior entendimento! Lembrei do meu filho que tinha pavor da professora de Literatura, rsrsrsrs. Gostei muito das suas impressões sobre a leitura da obra!! Já li Dom Casmurro há muito tempo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  26. Já li os dois livros 504387 vezes e sou APAIXONADA por Dom Casmurro! Sempre que tenho tempo, começo a ler de novo. É tão fantástico, sempre que leio me sinto arrepiada <3

    ResponderExcluir
  27. Confesso que li Dom Casmurro por causa do Colégio, literatura clássica nacional não é muito o meu amorzinhooo. Gostei do seu texto sobre a sua experiência em relação a análise do livro. Parabéns e sucesso!!

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Eu li Dom Casmurro na época da escola e achei uma leitura densa e arrastada pra aquela época e depois nunca mais li nada do autor com o passar dos anos. Gostei de poder relembrar algumas coisas através das suas impressões. Sem dúvidas vou dar uma nova oportunidade com essa nova versão!
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  29. Esse livro é muito bom. É um dos meus favoritos.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  30. Eu amo Machado de Assis, e acho esse livro realmente ótimo! Esses dias estava até pensando em reler. Adorei sua proposta de diário de leitura! Quanto ao livro, também senti que fomos sendo introduzidos aos pouquinhos na história, o que foi uma delícia, no meu ponto de vista!

    Beeijos
    Universo Tácito

    ResponderExcluir
  31. Oi, tudo bem? Eu li esse livro no ensino médio, mas nunca o reli. O meu preferido do Machado é Brás Cubas, mas do que li da literatura dele gostei, só que ele não é meu autor clássico preferido, rs. Apesar de reconhecer a genialidade do que ele escrevia, claro. Achei essa edição bem linda, me lembrou a que eu peguei emprestada da biblioteca da faculdade de "O sol também se levanta", do Hemingway.
    Espero que goste da leitura. É meio complicadinho, mesmo, pois é uma literatura diferente da contemporânea, mas eu sempre gostei de "viajar" por outros estilos pra conhecer, até, como era a época literária.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  32. Olá, adorei ler sua experiência com esse livro! Eu o li a primeira vez quando estava no segundo ano do ensino médio. Na época, minhas reações foram bem parecidas com as suas: exaustão, rs. Depois de ler mais algumas vezes e ler outros livros teóricos sobre a narrativa, comecei a gostar mais. Existem muitas teorias por trás dessa trama. Abraço!

    ResponderExcluir
  33. Oi!!
    Eu adoro Machado de Assis e Dom Casmurro é um dos meus livros favoritos ❤
    Bjo

    ResponderExcluir
  34. Li Dom Casmurro há muito tempo atrás, e amei. Agora fiquei louca para reler! Tenho essa mesma capa e adoooro! Mas a minha impressão foi a mesma: exaustão. Foi um misto de sentimentos bem esquisito hahahaha

    ResponderExcluir
  35. Esse é um livro que marcou minha infância. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  36. Superlegal a ideia do post. Tem o maior tempão que li essa livro. Pretendo reler em breve. Esse é um dos meus livros favorito, porque acho que ninguém no mundo consegui falar sobre o grande tema da trama: a dúvida. O engraçado é que a maioria das pessoas acha que é sobre traição.

    Beijos

    ResponderExcluir
  37. Olá
    Eu tenho muita vontade de ler essas duas obrar, mas mais Memórias póstumas (que nem é o foco do post jkkk) acho essas edições antigas umas coisas lindas. Adorei ler o seu diário de leitura. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  38. Ooi
    Ótima ideia a de fazer um diário de leitura, principalmente nesse caso, que o livro parece ser algo mais "difícil".
    Eu, confesso, comecei lê-lo mas não terminei. E confesso também que até fiquei feliz quando a professora esqueceu-se de que estávamos lendo ele, pois a leitura estava bem arrastada para mim. Embora eu desconfie que tenha também tenha sido por conta do fato de ser uma leitura obrigatória, por ser algo "escolar". Kkk

    ResponderExcluir
  39. Olá! Tudo bom?
    Já li Dom Casmurro, contudo foi em uma época que eu era mais nova, e foi um pouco complexo demais para idade, preciso reler para ter maiores opiniões.
    Mas, adorei suas impressões, e boa sorte com os próximo capítulos.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  40. Oie,
    Realmente eu nunca me interessei realmente pelos livros do Machado de Assis,
    Só li O Alienista e A Missa do Galo porque era obrigatório para um vestibular da época, rsrs
    Pelo pouco que conheço vi que ele é um autor genial, mas esse senso de obrigação ao ler um livro me desanima profundamente. Acho que agora, sem esse senso de obrigação seria legal conhecer as obras do autor. Achei a capa lindaaaa!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  41. Olá!
    Já li e reli esse livro algumas vezes, a última, na faculdade, para fazer análise, não foi em dupla, foi só, mas achava melhor quando era em grupo e sentávamos para ler juntos e debater. Gosto deveras do Machado

    ResponderExcluir
  42. Li ambos os livros na minha pré adolescência... Memórias Póstumas me chamou mais atenção, gostei muito. Já Dom Casmurro não curti tanto. Agora me veio a ideia de reler ambas as obras, mas menina, tem tantos livros para ler na vida, reler não está na minha intenção no momento. Desejo boa leitura! Beijos

    www.viagensdepapel.com

    ResponderExcluir
  43. Olá! só li memórias póstumas de Brás Cubas e achei a história fascinante! A forma como Machado fala com os leitores é maravilhosa, além do sarcasmo presente nesse diálogo, beijos!

    ResponderExcluir
  44. Nunca li esse livro, até tinha aqui em casa mas esqueci de ler.
    Me parece ser mto bom.

    ResponderExcluir
  45. Dom Casmurro é um livro monumental, um dos melhores de nossa literatura. Tanto que até hoje causa polêmica e discussão a respeito das atitudes de Capitu e, por que não, de Escobar. Abraços e parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  46. Que responsabilidade hein? kkk Já li ele a muito tempo, deu até vontade de reler. Abraços.

    nayanemartins.com

    ResponderExcluir
  47. Já li o livro mais de uma vez, principalmente na Época de vestibular. Um clássico maravilhoso!
    Parabéns pelo post.
    E adorei essa edição!
    Bjs

    ResponderExcluir
  48. Eu já li na época de escola, por obrigação! É uma belíssima obra e um escritor maraviilhoso, mas não é o tipo de livro que me agrada!

    ResponderExcluir
  49. Oi, tudo bem? Já li Dom Casmurro diversas vezes e apesar da linguagem ser rebuscada é uma leitura gostosa. Gosto muito do estilo de Machado de Assis é uma leitura que vale a pena. Gosto também de A moreninha você já leu? Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  50. É um clássico da literatura, já li várias vezes na escola e tenho um em casa. Essa capa em vermelho é muito linda!

    ResponderExcluir
  51. Eu nunca li esse livro mas parece que é muito bom, isso é meio obvio por que o Machado era simplesmente incrível em sua narrativa! As obras dele sempre caem nos vestibulares, e acredito que seja raro não gostar dele <3

    Vou tentar ler o livro depois, quem sabe me inspiro nesse post e também faço um diário de leitura haha

    Um beijo, Karolline Vicente.
    www.palavrasambulantes.com

    ResponderExcluir